FutebolFutebol.

Veja cinco seleções que são favoritas para conquistar a Copa do Mundo no Catar

Postado por Redação em: 15 de novembro

Até agora, apenas 8 seleções ganharam a Copa do Mundo. Equipes históricas como Brasil, Alemanha e Argentina são sempre as protagonistas e chegam como opções firmes para a conquista da taça no Catar. Em 2022, a América Latina está de olho no Brasil e na Argentina, invictos na classificação para o Catar e dominantes há anos no continente. Na Europa, a França (atual campeã) e a Bélgica chegam como candidatas.

Com base no desempenho recente, no ranking mundial, elencos e adversários na fase de grupos, aqui estão os principais favoritos para vencer o Mundial:

Brasil
No papel, o Brasil é o favorito absoluto: é o primeiro no ranking oficial da Fifa, foi o primeiro nas eliminatórias da Copa do Mundo da Conmebol de forma invicta (tendo jogado um jogo a menos, junto com a Argentina), com 14 vitórias e três empates, e tem um elenco de luxo, com jogadores experientes em Copas e atletas de alto nível em seus clubes.

Casemiro, Vinícius Júnior, Gabriel Jesus, Fabinho, Éder Militão e Alisson são apenas algumas das estrelas do elenco. Eles serão liderados por Neymar, atacante de 29 anos do PSG.

Argentina
O time do técnico Scaloni chega com uma invencibilidade memorável (35 jogos sem perder), uma sequência feliz e um time consolidado. É terceiro no ranking mundial, atrás apenas de Brasil e Bélgica, e também se classificou para a Copa do Mundo invicto: 11 vitórias e seis empates.

Pela primeira vez em anos, após uma série de finais com derrotas (uma Copa do Mundo e duas Copas Américas), nota-se um time compacto, que aproveita o melhor do craque Lionel Messi.

França
A França é a atual campeã, e grande parte do elenco do título de 2018, na Rússia, ainda está na ativa. Além disso, chega com vários jogadores em grande nível, como Karim Benzema, vencedor do Bola de Ouro, e Kylian Mbappé, artilheiro do PSG e uma das principais figuras do título há quatro anos.

Didier Deschamps ainda é o técnico e já tem a fórmula para se tornar campeão. É difícil para uma equipe com Raphael Varane, Lucas Hernández, Aurélien Tchouaméni, N’Golo Kanté e Antoine Griezmann não ter um papel de destaque na Copa do Mundo.

Alemanha
A toda poderosa Alemanha, campeã absoluta em 2014 no Brasil chega com renovação. Após a era de sucesso de Joachim Löw, Hans-Dieter Flick tem a tarefa de replicar suas vitórias no Bayern de Munique com uma equipe que combina os experientes campeões da Copa do Mundo Manuel Neuer e Thomas Müller e jovens jogadores, como Leroy Sané, Serge Gnabry, Joshua Kimmich e Timo Werner.

A Alemanha está em 11º no ranking da Fifa (atrás da Itália, que não se classificou para a Copa do Mundo), e teve uma campanha para esquecer na Eurocopa do ano passado, sendo eliminada pela Inglaterra nas oitavas de final.

Continua após a publicidade



Bélgica
A Bélgica foi a primeira do grupo E na eliminatória europeia, invicta: 6 vitórias e dois empates. Além disso, é a segunda seleção na lista da Fifa. Apesar de não ter brilhado na Eurocopa de 2021 (eliminada nas quartas de final pela Itália), tem um elenco muito forte: Thibaut Courtois no gol, Kevin de Bruyne como referência no meio-campo e Romelo Lukaku como atacante (e esperando que Eden Hazard recupere o alto nível neste semestre no Real Madrid).

Último ranking da Fifa antes da Copa do Mundo:
Brasil: 1841,3 pontos
Bélgica: 1816,71
Argentina: 1773,88
França: 1759,78
Inglaterra: 1728.47
Itália: 1726,14
Espanha: 1715,22
Holanda: 1694,51
Portugal: 1676,56
Dinamarca: 1666,57

Maiores campões da Copa do Mundo:
Brasil: 5 títulos (1958, 1962, 1970, 1994 e 2002)
Alemanha: 4 títulos (1954, 1974, 1990 e 2014)
Itália: 4 títulos (1934, 1938, 1982 e 2006)
Argentina: 2 títulos (1978 e 1986)
Uruguai: 2 títulos (1930 e 1950)
França: 2 títulos (1998 e 2018)
Espanha: 1 título (2010)
Inglaterra: 1 título (1966)

(Fonte: CNN Brasil)