Esportes.

Fórmula 1: McLaren encerra contrato com Daniel Ricciardo

Postado por Redação em: 25 de agosto de 2022

A McLaren confirmou nesta semana que irá encerrar seu contrato com Daniel Ricciardo de forma antecipada ao final da temporada deste ano.

McLaren e Daniel Ricciardo concordaram mutualmente que Daniel vai deixar o time no final da temporada 2022. Obrigado por sua dedicação e contribuição, incluindo a memorável vitória em Monza. Estamos ansiosos para terminar a temporada forte juntos”, escreveu a McLaren nas redes sociais.

O australiano também agradeceu pelos dois anos de trabalho juntos. “Tem sido um privilégio ser parte da McLaren pelas duas últimas temporadas, mas após meses de discussões com Zak [Brown] e Andreas [Seidl], decidimos terminar meu contrato com o time prematuramente e concordamos mutualmente em terminar no final desta temporada”.

Vou anunciar meus planos futuros em breve, mas independentemente do que o próximo capítulo traga, não tenho arrependimentos e estou orgulhoso do esforço e trabalho que dediquei à McLaren, especialmente com a vitória em Monza na temporada passada”, ressaltou.

Os boatos sobre a saída do piloto já estão rondando os noticiários há algum tempo. Sem entregar o que era esperado, a pressão em cima de Daniel estava grande, especialmente com os indícios de que Oscar Piastri iria substituí-lo a partir de 2023.

Continua após a publicidade



O jovem competidor, entretanto, está no meio de uma disputa entre a McLaren e a Alpine. Após o anúncio da saída de Fernando Alonso para a Aston Martin no próximo ano, o time francês chegou a anunciar Piastri, que veio às suas redes sociais para negar o fato.

Acontece que tanto Ricciardo quanto o time de Woking já tinham reforçado a permanência para o próximo campeonato, quando se encerrava o contrato do competidor. Tanto é que a equipe precisaria pagar uma gorda multa em torno de 20 milhões de dólares caso houvesse a quebra de acordo.

Agora, fica a dúvida sobre qual será o próximo passo para o carismático australiano. O agora chefe da Alpine, Otmar Szafnauer, já afirmou que receberia o piloto de braços abertos de volta na equipe. Guenther Steiner, da Haas, também afirmou que a equipe já entrou em contato com o piloto para ocupar a vaga que é hoje de Mick Schumacher.