Saiba quanto o Red Bull Bragantino precisou gastar para ter um time de ponta

Líder isolado do Campeonato Brasileiro 2021, o Red Bull Bragantino comandado pelo técnico Maurício Barbieri é sem dúvida alguma a sensação da competição até o momento. Já são nove jogos, seis vitórias e três empates, com 21 pontos (até 4 de julho). Os times gerenciados pela Red Bull normalmente não são bem aceitos pelos rivais por causa do aporte financeiro elevado e pela rápida competitividade apresentada logo após a fusão como o caso do RB Leipzig que terminou o Campeonato Alemão da temporada passada na 2ª posição e é figurinha carimbada há algumas edições na Liga dos Campeões e à exemplo disso está o Bragantino da cidade de Bragança Paulista.

Apesar de algumas contratações com valores superiores a R$ 20 milhões, o RB Bragantino conta com alguns atletas que vieram a custo zero ou por um baixo valor por causa da não renovação com o antigo clube (casos de Raul e Fabrício Bruno) ambos chegaram por valores diferentes do mercado. Com os valores gastos para a aquisição dos 11 titulares.


O time ainda não exerceu a compra de Helinho, do São Paulo. No entanto, já sinalizou que pagará o valor assinando em contrato para manter o atleta em definitivo ao final da temporada. O custo total dos 11 titulares foi de R$ 84,1 milhões. Apesar do alto investimento, o valor total dos 11 titulares ideais ainda é inferior, por exemplo, ao pago pelo Flamengo para continuar com o atacante Pedro que permaneceu no clube após pagamento de R$ 87 milhões no final de 2020 junto à Fiorentina, mais um claro exemplo de gestão esportiva do time paulista.

Jogadores e investimento Bragantino

Artur – R$ 27 milhões (atacante)
Cleiton – R$ 23 milhões (goleiro)
Helinho – R$ 22 milhões (meio-campista)
Lucas Evangelista – R$ 7 milhões (meia)
Claudinho – R$ 2,5 milhões (meio-campista)
Fabrício Bruno – R$ 2 milhões (zagueiro)
Raul – R$ 600 mil (volante)
Luan Cândido – empréstimo (lateral-esquerdo)
Aderlan – Custo zero (lateral direito)
Léo Ortiz – Custo zero (zagueiro)
Ytalo – Custo zero (atacante)