Fabio Quartararo recebe punição por correr com macacão aberto no GP da Catalunha

As voltas finais do GP da Catalunha proporcionaram um momento pouco comum na MotoGP. O francês Fabio Quartararo brigava pela vitória contra Miguel Oliveira e Johann Zarco, mas teve um problema com o macacão e perdeu rendimento e acabou terminando na quarta posição.

Com cinco voltas para o fim da corrida em Barcelona, Quartararo apareceu arremessando o protetor e com o peito completamente exposto. O francês acabou cruzando a linha de chegada em terceiro, mas foi punido por cortar um trecho da pista e acabou em quarto. Horas depois, porém, a Federação Internacional de Motociclismo aplicou uma nova punição de 3s, agora pela infração na vestimenta, que é um item de proteção, o que fez o piloto da Yamaha cair para a sexta colocação.


Inicialmente, acreditava-se que o acionamento do air-bag forçou o piloto a abrir o macacão para que pudesse respirar melhor. Depois, porém, Fabio explicou que o traje abriu sozinho e a causa será investigada. Segundo o regulamento da MotoGP, todos os equipamentos de segurança devem ser utilizados e presos adequadamente durante todo o tempo.

Aleix Espargaró, piloto da Aprilia, comentou o caso. “Sim, é perigoso, mas o que você vai fazer? Parar o piloto? Ele está lutando pelo título”, opinou. Até o momento, a direção de prova ainda não indicou se Quartararo vai receber algum tipo de punição pelo ocorrido.