Temporada 2021 da Fórmula E terá temporada com 15 corridas e presença de público

A temporada 2021 para a Fórmula E marca o primeiro ano da categoria como Campeonato Mundial da FIA, e também o enfrentamento aos problemas para montar o calendário de provas devido ao contínuo impacto da pandemia da Covid-19. Diante de tantos desafios, a categoria irá realizar um total de 15 corrida em um ano, além disso ainda existe a possibilidade de se ter público nas corridas.


A rodada dupla de Diriyah, abre a temporada 2021 no final de fevereiro com duas corridas noturnas. Além das provas na Arábia Saudita, a chegada de Roma, Marrocos, Mônaco, Valência e uma rodada dupla no Chile levam o campeonato a oito provas. Mas a categoria planeja anunciar outras sete, totalizando quinze, o que seria a temporada mais extensa da categoria até aqui.

O cofundador da Fórmula E, Alberto Longo, disse: “Temos um objetivo otimista e agressivo de termos 15 corridas durante a temporada. Esse será o ano com mais corridas em nossa história. E fazer isso durante a pandemia é algo muito desafiador“. A F-E negocia atualmente para acrescentar Londres, Nova York, Berlim, a edição inaugural do GP de Seoul, além de Sanya, apesar da China não permitir eventos internacionais até o fim de 2021.

Caso essas cinco sejam confirmadas, há espaço para acrescentar mais pistas ou transformar eventos em rodadas duplas. Por isso, Longo acredita que, assim como a temporada passada, o campeonato deve se estender até setembro.
Fonte: Motorsport